Instituto Indianópolis

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eismod colore yes www.indianopolis.com.br

Museu de Nova York usa metrô para estimular crianças autistas

Sem grande importância para a maioria da pessoas, o funcionamento do ônibus e trens do metrô é fascinante para muitas crianças com autismo

12/02/2012 - INSTITUCIONAL
O transtorno é caracterizado principalmente pelo comprometimento do desenvolvimento sociocognitivo  e da capacidade de estabelecer vínculos. Autistas têm o pensamento marcado pela concretude e sentem-se confortáveis com atividades repetitivas. Por isso, engrenagens e a previsibilidade do transporte público, com paradas e horários fixos, costumam atrair sua atenção.

Não por acaso, o público mais fiel do Museu do Trânsito de Nova York é formado por autistas com menos de 10 anos de idade, alvo do programa Subway Sleuths (detetives do metrô), criado pela direção da instituição. Os pais são estimulados a levar os pequenos ao museu depois da escola. Durante a visita, as crianças são incentivadas a falar sobre o sistema metroviário da cidade e assim exercitam a linguagem e a comunicação com outras pessoas. Segundo o jornal The New York Times, algumas delas sabem com precisão datas em que os trens, por algum motivo, deixaram de operar e várias combinações possíveis de linhas para chegar a determinado destino.

Notícias relacionadas

Todas as notícias

ENCAMINHE ESSA NOTÍCIA POR EMAIL

Formulário encaminhar notícia

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS